O Comitê Brasileiro de Túneis é uma entidade de caráter técnico-científico ligada à Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica. Fundado em 1990, o CBT reúne profissionais, acadêmicos e empresas da área para discutir questões de túneis e propor soluções subterrâneas para a infraestrutura das cidades, visando sempre o bem estar e a segurança da sociedade.

Os laços entre o CBT e a ITA – Associação Internacional de Túneis e do Espaço Subterrâneo foram estreitados pelo trabalho do CBT e André Assis, presidente na gestão 1999-2002, convidado para ser Conselheiro da ITA. André presidiu também a entidade internacional, sempre contando com o apoio do Comitê Brasileiro de Túneis. A partir daí, uma parceria foi estabelecida e, hoje, o Brasil é um importante membro da ITA para disseminar conhecimento e novas técnicas na América Latina.

Em 2009, o CBT se tornou sócio fundador do Comitê de Formação e Treinamento da ITA. Conhecido como ITACET, o grupo é responsável pela promoção de cursos de especialização em túneis para empresas e países de todo o mundo.

O CBT entrou para a história das obras subterrâneas do Brasil ao lançar o livro Túneis do Brasil, em 2006. O objetivo foi o de contar a história da engenharia tuneleira do país. Para isso, o CBT contou com a participação de toda a comunidade de engenheiro de túneis do Brasil. O livro reuniu e revelou coisas que até os especialistas desconheciam antes da publicação.

Nestas quase três décadas, o CBT realizou importantes eventos. Foram quatro Congressos Brasileiros de Túneis, em 2004, 2008, 2012 e 2017. Em 2010, o Comitê promoveu o evento comemorativo de 20 anos, com um seminário internacional sobre “Soluções Subterrâneas para Megacidades”. O evento teve a participação de autoridades brasileiras e do presidente da ITA.

Nos anos de 1998 e 2014 o CBT organizou o Congresso Internacional de Túneis e Estruturas Subterrâneas da Associação Internacional de Túneis – ITA, sendo a edição de 2014 em Foz do Iguaçu (PR).

Em 2015, o Comitê comemorou 25 anos de atuação e prepara novos eventos como II SIMES-2015, que aconteceu nos dia 1 e 2 dezembro, no Instituto de Engenharia, na capital paulista.

Em 2016, o CBT participou do WTC’2016, nos dias 22 a 28 de abril, em São Francisco (EUA). O CBT inovou com dois estandes e teve ampla participação dos associados corporativos.

Realizado pela Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS) em parceria com o Comitê Brasileiro de Túneis (CBT), o evento será de 04 a 06 de abril de 2017 no Centro de Convenções Rebouças. O 9º Simpósio Internacional de Escavações Subterrâneas em Solo, promovido pela ABMS, CBT e TC 204 da ISSMGE (International Society of Soil Mechanics and Geotechnical Engineering); e4º Congresso Brasileiro de Túneis (4º CBT) e o LAT – Latin American Tunneling.

Desde sua fundação, o Comitê Brasileiro de Túneis teve sete presidentes:

  • Sérgio Fontoura, 1991 – 1994
  • Argimiro Alvarez Ferreira, 1995 – 1998
  • André Assis, 1999 – 2002
  • Akira Koshima, 2003 – 2006
  • Tarcísio Barreto Celestino, 2007 – 2010
  • Hugo Cássio Rocha, 2011 – 2014
  • Tarcísio Barreto Celestino, 2015-2016
  • Werner Bilfinger, 2017-2018

História

O Comitê Brasileiro de Túneis foi fundado em novembro de 1990, como parte da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, a ABMS. O CBT nasceu com o objetivo de reunir a comunidade técnica do Brasil e conscientizar a sociedade sobre as vantagens das obras subterrâneas.

Em busca deste objetivo, o CBT procura promover, constantemente, eventos que levam os túneis ao centro das discussões. Encontros e palestras são realizados frequentemente, com especialistas nacionais e internacionais que contam suas experiências.

Para informar seus sócios e colaboradores, o CBT tem o boletim eletrônico CBT@News, que traz notícias sobre túneis e divulgação de eventos que possam ser de interesse dos engenheiros de túneis do Brasil.